Crimes emocionais

Até agora os políticos não entenderam: os bandidos não vão participar do desarmamento!

No Brasil não podemos dizer que crimes emocionais é crime, pois não há lei federal que o defina, o que existe, é que em certos estados tem leis que o caracterizam como tal. Entretanto apesar de não ser considerado crime pode-se ajuizar ação no sentido de reparação moral (esfera civil), do dano moral. Notemos por exemplo que o assédio moral, que está relacionado a crimes emocionais, não está restrito ao âmbito do trabalho, pode-se ocorrer entre relacionamento familiar, amoroso ou outros.

O caso mais recente foi o massacre no Realengo – RJ. Esse assassino era um doente mental.

O caso mais recente foi o massacre no Realengo – RJ. Esse assassino era um doente mental. O que ele fez foi lastimável e serve de alerta para as pessoas aguçarem suas percepções em relação àqueles (as) que as cercam, os ditos (as) ‘normais’. Era visível que ele precisava de tratamento, pois aparentava um quadro patológico: vivia recluso, não tinha amigos, era religioso fanático. Nós, seres humanos, nunca conseguimos viver um fato sem achar ”culpados” ou ”motivos” para tudo. Fala-se sobre bullying, Islamismo, fanatismo, política, racismo, humor negro, times de futebol, animais, pedofilia, homossexualismo, drogas, violência etc. Enfim, de tudo! Infelizmente, desta vez, não há o que se culpar! Só podemos lamentar e esperar que as pessoas responsáveis que rodeiam estes Psicopatas percebam a doença e os coloquem em um tipo de instituição e nos livrem de ter que conviver com os seus delírios. Lugar de gente assim é numa clínica ou manicômio. Só lembrando. Saúde, Educação e Segurança Pública é dever do Estado e direito da população!

É difícil até para imaginar o tamanho da dor que esses familiares estão sentindo. Ver seus amados filhos saírem para mais um dia de escola e logo depois receberem a noticia de que seus filhos estariam mortos. O pior, é que, se este assassino estivesse vivo, quantos advogados e quantos defensores dos direitos humanos estariam neste momento ao lado dele? – Se este assassino estivesse vivo e fosse preso, quantos anos ele ficaria na cadeia? – Quanto que é mesmo o valor do auxílio reclusão? – Quantas visitas íntimas ele teria direito por mês?

É verdade e sabemos muito bem, que a doença mental engloba uma série de condições que também afetam o desempenho da pessoa na sociedade, além de causar alterações de humor, bom senso e concentração, por exemplo. Isso tudo causa uma alteração na percepção da realidade.

As doenças mentais podem ser divididas em dois grupos, neuroses e psicoses. As neuroses são características encontradas em qualquer pessoa, como ansiedade e medo, porém exageradas. As psicoses são fenômenos psíquicos anormais, como delírios, perseguição e confusão mental. Alguns exemplos de doenças mentais são depressão, TOC (transtorno obsessivo-compulsivo), transtorno bipolar e esquizofrenia.

Se é um caso de policia ou de saúde não sabemos, é um assunto para as autoridades competentes trabalharem, pois trata-se de um assunto tão sério como esse, em que a sociedade deveria estar discutindo soluções para evitar tragédias como essa, o que não pode acontecer é achar, que pessoas que conheciam o assassino, dizendo que ele ficava muito tempo na frente de um computador.

O funeral que ele pede é comum aos povos do Oriente Médio e está na Bíblia – foi a forma, inclusive, como Jesus foi sepultado. O que vocês acham que era o Santo Sudário? Um lençol branco. Na verdade, é muito complicado, não da para entender o pensamento dessas pessoas, como é que ele mata tanta gente inocente e ainda fala em perdão, em DEUS. Se ele NÃO se sentia bem com a vida dele, por que ele não se matou sem provocar essa tragédia na vida de tantas famílias? O que aquelas crianças tinham a ver com o que ele passou?

Quando eu soube da notícia, me veio à mente, a repetição, pois tem muita gente que gosta de imitar coisas ruins. Os “políticos” agora estão aproveitando para falarem sobre desarmamento, plebiscito, etc. Digo apenas uma coisa: Mesmo que deixem de fabricar armas no Brasil tem sempre quem forneça. Qualquer um pode comprar uma arma ilegal, elas entram ilegalmente pelas nossas fronteiras. Tem mais é que aumentar as penas e o bandido ficar preso de verdade. Nada de saída com bom comportamento, pena tem que ser cumprida e integral. Até agora os políticos não entenderam: OS BANDIDOS NÃO VÃO PARTICIPAR DO DESARMAMENTO! Tem que mudar é o código penal brasileiro, mudar os políticos para pessoas que trabalham a favor do cidadão de bem e não para DIREITOS HUMANOS DE BANDIDOS, onde ninguém que deve é punido!

Finalizando. Será que esse atirador (psicopata) não queria mesmo era ficar famoso? E conseguiu, naquele dia toda a imprensa do mundo, em todas as manchetes de jornais, em todas as rádios e televisão não falou outra coisa a não ser do assassino de 12 crianças da escola do realengo. Ele morreu, mais vai ficar na história, na memória principalmente dos pais das crianças mortas, mesmo que o enterrem como indigentes, que a sepultura dele seja lá aonde for vai ser procurada. Moral da história: não conseguiu ficar famoso pelo bem, porque é muito difícil, mas conseguir pelo mal.

Deixe um Comentário:

Seu endereço de e-mail não será publicado.

Site Footer